quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O fim da Picada!



"trouxeram um paralítico. Ele estava sendo carregado por quatro homens, mas, por causa de toda aquela gente, eles não puderam levá-lo até perto de Jesus. Então fizeram um buraco no telhado da casa, em cima do lugar onde Jesus estava, e pela abertura desceram o doente deitado na sua cama.
Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico: — Meu filho, os seus pecados estão perdoados." (Marcos 2.3-5).


Pense comigo...

Carregar um paralitico, que paciência...

...depois subir ele no telhado...

...que perigo, se ele caísse?

Deve ter sido dificio chegar la em cima...

...depois que subiram tiveram que fazer um buraco...

... para que coubesse o paralitico na cama, deveria ser um buraco grande!

E agora?

Tiveram que descer devagar a cama com o paralitico...

...e interromper o Senhor Jesus, chamando a atenção de todos...

...e se o Senhor Jesus ficasse zangado?


ELE QUERIA UM MILAGRE, ENFRENTOU TUDO E TODOS...



Consigo imaginar quantas pessoas não tentaram impedir, dizendo que não adinatava, que era melhor eles não icomodar o Senhor Jesus, que ele não seria curado...etc etc etc.



O SENHOR JESUS APROVOU SUA ATITUDE DE FÉ!



agora...



minha REVOLTA é...

HOJE TEM PESSOAS QUE NÃO VÃO NA IGREJA PORQUE ...

ESTÁ CHOVENDO,

PQ TA FRIO,

PQ É LONGE,

PQ TA CANSADO,

PQ TA SEM TEMPO...

AFFS...!

EU TO FALANDO DE PESSOAS QUE ESTÃO NO FUNDO DO POÇO, SOFREM PRA BURRO, VIVEM POR VIVER, ESTÃO NA MISÉRIA, CONHECEM A VERDADE, SABE QUE JESUS PODE RESOLVER...

MAS...

NÃO QUEREM PAGAR O PREÇO!

MEU DEUS! PREFEREM FICAR A VIDA TODINHA SOFRENDO, DO QUE SE SACRIFICAR UM POUCO E VER SUA VIDA TRANFORMADA!

DA VONTADE DE SACUDIR ESSAS PESSOAS E DIZER:

"REAGEEEE! CARAMBA!!!"

O DIABO PINTA E BORDA, MINHA LUTA É CONTRA ELE, MAS AS PESSOAS PRECISAM REAGIR! PRECISAM QUERER!

Fico pensando, como Deus olha, e vê tudo isso?

As pessoas do passado eram ousadas e as de hoje...

TÍMIDAS E COVARDES!

Deus deixou-nos EXEMPLOS A SEREM SEGUIDOS!

"BY: Thaís en la Fe"

Nenhum comentário:

Postar um comentário