quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A Grandeza do Silêncio

O silêncio é docura:
Quando não responde as ofenças,
Quando não reclamas os teus direitos,
Quando deixa á Deus a defesa da tua honra.

O silêncio é misericórdia:
Quando te calas diante das faltas dos teus irmãos,
Quando perdoas sem remoer o passado,
Quando não condenas, mas intercedes em segredo.

O silêncio é paciência:
Quando sofres sem te lamentares,
Quando não procuras consolação junto aos homens,
Quando não intervéns esperando que a semente germine lentamente.

O silêncio é humildade:
Quando te apegas para deixar aparecer teu irmão,
Quando, na discrição, revelas dons de Deus,
Quando suportas que tuas ações sejam mau interpretadas,
Quando deixas os outros a glória da obra inacabada.

O silêncio é Fé:
Quando te apegas, sabendo que Ele quem age,
Quando renuncias á vozes do mundo para permanecer na Sua presença,
Quando te basta que só Ele te compreenda.


"Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus." (Tiago 1.19 e 20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário